Você já ouviu falar sobre Mediunidade?

11.03.2019

mediunidade é uma habilidade que muitas pessoas possuem. A possibilidade de se comunicar com espíritos em outro plano e experimentar sensações como: visões, vozes, viagens astrais e tantas outras experiências magníficas que pessoas com a mediunidade desenvolvida pode experimentar. Contudo, é preciso deixar claro que existem vários tipos de mediunidades.

 

 

 

Muitas já nasceram com ela desenvolvida, outras acabaram desenvolvendo com o tempo, por meio de exercícios espirituais. Não é possível separar esses indivíduos, ainda, pela religião que seguem, mas de modo geral, eles seguem um mesmo conceito de sensitividade.

 

Por conta das várias vertentes dos médiuns, hoje existem muitas informações sobre mediunidade. Para te ajudar a esclarecer o assunto, nós separamos uma série de informações sobre esse dom que encanta muitas pessoas.

 

A mediunidade é a capacidade de uma pessoa se conectar com o plano espiritual, seja para se comunicar com espíritos, buscar formas de cura, prever acontecimentos entre outras possibilidades.

 

Tipos de Mediunidade

Existem vários tipos de mediunidade. Algumas são mais focadas na comunicação com espíritos e encarnação de entidades, outras tem como objetivo tornar o corpo do médium uma ferramenta de cura. Confira abaixo os principais tipos.

 

Mediunidade de efeitos físicos

É a mediunidade onde o médium se torna uma ferramenta para manifestações e fenômenos espirituais. Ela pode ocorrer quando o indivíduo está consciente ou não.

 

Mediunidade de médiuns audientes ou clariaudientes

Nesse caso não há a manifestação em si, na verdade, o médium apenas escuta os espíritos e repassa tudo o que ouviu. A pessoa com a mediunidade desenvolvida geralmente escuta vozes no interior de sua mente.

 

Videntes ou clarividentes

Esse tipo mediunidade diz respeito aos indivíduos que conseguem ver os espíritos não com os olhos, mas sim com a alma. Ou seja, o médium consegue visualizar as entidades tanto de olhos abertos como fechados.

 

Médiuns psicofônicos

Nesse caso os espíritos utilizam a capacidade de fala das pessoas com dom para se comunicar. Ele não chega a tomar conta do corpo, mas apenas usar as cordas vocais e a fala.

 

Mediunidade de cura

Esse tipo de mediunidade diz respeito aos médiuns que conseguem curar com o toque, a fala e até mesmo o olhar. A pessoa pode ter a capacidade de cura, como, também, encarnar um espírito que tenha essa competência.

 

Médiuns mecânicos

São as pessoas que tem o dom de servir de canal para que espíritos façam ações mecânicas, como mover objetos em mesas, piscar luzes, abrir e fechar portas e etc.

 

Médiuns intuitivos

São aqueles que conseguem conectar suas mentes a dos espíritos para buscar e transmitir informações. Geralmente, esses são os indivíduos que conseguem psicografar e lembrar de fatos que aconteceram com as entidades.

 

Médiuns de pressentimentos

São parecidos com os videntes, mas, nesse caso, eles não têm controle sobre as visões e sensações. Elas aparecem de repente e, muitas vezes, os médiuns precisam buscar as pessoas envolvidas nelas.

 

Mediunidade e espiritismo

 

Segundo o espiritismo, a mediunidade faz parte no nosso corpo, ou seja, é uma faculdade orgânica. Para o grande nome da religião, Allan Kardec, todos são médiuns. Isso porque cada um de nós está sujeito a sofrer interferências de espíritos.

 

Para a doutrina espírita, somos sensíveis desde a infância, quando ainda não conseguimos discernir as coisas. Conforme vamos crescendo, essa sensitividade vai aumentando e se modificando. Por exemplo, pessoas de personalidade violenta tendem a ter interferências de espíritos raivosos.  

 

Além disso, a mediunidade é considerada um dom sagrado e inviolável. Basicamente isso quer dizer que essa habilidade não deve ser encarada de forma leviana.

 

 

Mediunidade: sintomas físicos

Muitos não sabem, mas, há sintomas físicos que demonstram o desenvolvimento da mediunidade. Muitas vezes eles aparecem de forma sutil, se tornando quase imperceptíveis. Em outras, eles são tão fortes que é impossível esconder a sensitividade do indivíduo. Confira abaixo os principais sintomas:

  • Mãos e axilas que suam excessivamente;

  • Formigamento agudo nas extremidades do corpo, como pés e mãos;

  • Sensação de peso na cabeça e nos ombros;

  • Palpitações, calafrios e ondas de calor sem qualquer motivo aparente;

  • Mudanças constantes e inesperadas de humor;

  • Desmaios sem qualquer razão física;

  • Confusão mental;

  • Crises de choro sem motivos;

  • Bloqueio mental e criativo;

  • Sensação de presenças no recinto, mas que não são visíveis aos olhos;

  • Insônia ou excesso de sono;

  • Transes;

  • Surgimento de fobias que antes não existiam;

  • Sensação de mal-estar inexplicável quando perto de alguém que não conheça;

  • Inquietação

 

Esses são apenas alguns dos sintomas que mostram o desenvolvimento da mediunidade. É importante ressaltar que outros podem surgir em determinadas pessoas, e que eles podem surgir em proporções variadas.

 

mediunidade é uma graça dada à cada um de nós. Contudo, não são todos que conseguem desenvolvê-la de maneira correta. A sua jornada de aprendizado é de extrema importância, por isso tenha sempre muito cuidado e paciência, assim, você se tornará um excelente médium.

 

Fonte: www.equilibrioeprosperidade.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Quem doa amor nem imagina o enorme bem que faz para toda a humanidade.

1/1
Please reload

Posts Recentes