Entrar

Criar Conta

Depois de criar uma conta, você será capaz de rastrear o status do seu pagamento, rastrear a confirmação.
Nome de Usuário*
Senha*
Confirmar Senha*
Nome*
Sobrenome*
Email*
Telefone*
Endereço de Contato
País*
* Criar uma conta significa que você concorda com nossos Termos de Serviço e Políticas de Privacidade.
Concorde com todos os termos e condições antes de prosseguir para a próxima etapa

Já é um Membro?

Entrar

Entrar

Criar Conta

Depois de criar uma conta, você será capaz de rastrear o status do seu pagamento, rastrear a confirmação.
Nome de Usuário*
Senha*
Confirmar Senha*
Nome*
Sobrenome*
Email*
Telefone*
Endereço de Contato
País*
* Criar uma conta significa que você concorda com nossos Termos de Serviço e Políticas de Privacidade.
Concorde com todos os termos e condições antes de prosseguir para a próxima etapa

Já é um Membro?

Entrar

A frequência do amor

Ahhh, a frequência do amor! Que delícia. Que mágico poder passar mais tempo em ressonância com essa vibração. Aí vão 5 dias para entrar na frequência do amor – você vai ver que permanecer nela é sua responsabilidade.

1 – Pratique o exercício do perdão e do autoperdão. Pode ser através de orações, mantras, ho’oponopono… Quando a gente se perdoa e perdoa o outro, automaticamente limpamos muitas coisas em nossas vidas e assim ficamos mais atraídos para novas histórias, recomeços e para a frequência do amor!

 2 – Lembre-se sempre de tudo que você precisa agradecer e ser grato. Comece pelas coisas simples: corpo, órgãos, oxigênio, casa para morar, comida para comer, amigos para conversar… Isso nos ajuda a trabalhar o nosso amor por tudo o que recebemos e assim emitimos ao universo que estamos prontos para receber mais!

 3 – Relacione-se com as coisas boas vida: natureza, animaizinhos, crianças… Eles são tão puros em sua essência, que nos ensinam automaticamente que o amor simplesmente está disponível. 

4 – Tenha momentos de autocuidado e autoamor! Encontre uma maneira e um tempo para se dedicar exclusivamente a você, ao seu corpo, sua mente, sua alma, sua alimentação, sua pele, seu cabelo… Isso ajuda a trazer carinho e acolhimento e nos ajuda a trabalhar o amor de uma forma digna e nobre. O amor que sentimos por nós mesmos deve ser sempre valorizado!

 5 – Faça trabalho voluntário, ajude outras pessoas, coloque o seu ouvido, o seu ombro, o seu tempo à disposição do próximo. Ajudar o outro é ajudar a si mesmo. Ouvir o outro é aprender. Olhar com empatia é aprender que não somos apenas nós que temos problemas e questões. Vivemos em um mundo de evolução e o outro é um grande convite para nos ajudar nessa tarefa!

autor: Cura-te

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta